PERS/ES realiza oficinas regionais de trabalho nas regiões: Sul Serrana e Centro Litoral Sul

Publicado em: 14/03/2019 15:17:13

Autor: Mobilização

Edição: Mobilização / Comissão de Fiscalização / Coordenador Técnico



Nos dias 05 e 06 de fevereiro, foram realizadas mais duas Oficinas Regionais de Trabalho para a construção do Plano Estadual de Resíduos Sólidos do Espírito Santo (PERS-ES).

Em Venda Nova do Imigrante, no dia 05, ocorreu a reunião com a região Sul Serrana e, no dia 06, foi a vez da região Centro Litoral Sul, em Cachoeiro de Itapemirim. 

No município de Venda Nova, tivemos a participação do secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fabrício Machado, além de técnicos, universitários e gestores públicos que acreditam que o PERS-ES pode ser um instrumento indispensável para a elaboração de políticas públicas mais efetivas e sustentáveis, considerando a realidade socioeconômica do Estado.

Em Cachoeiro de Itapemirim, diversos representantes do setor público, empresarial, atores da sociedade civil e associações, prestigiaram o evento e contribuíram para a realização da etapa de elaboração do diagnóstico do PERS-ES.

Somente na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), são mais de 50 pessoas trabalhando na elaboração desse projeto.

“O Plano Estadual de Resíduos Sólidos é um avanço para que haja mais fiscalização e menos burocracia, atraindo empresas e novos negócios com corresponsabilidade ambiental, determinando os parâmetros de todas as etapas do tratamento de resíduos, desde a coleta, transporte e descarte final”, ressaltou o secretário Fabrício Machado.

O destaque fica para a participação social de diversos atores, que visa o controle social e fundamentalmente, contribui para ampla divulgação das propostas dos planos e dos estudos sobre a gestão de resíduos sólidos no nosso estado.

Para o professor do departamento de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Renato Ribeiro Siman, com o Plano Estadual de Resíduos Sólidos será possível planejar as ações de gestão de resíduos sólidos para os próximos 20 anos.

As visitas "in loco" já foram finalizadas e todas as informações quanti-qualitativas estão sendo tratadas no diagnóstico. Após essa etapa, será elaborado o prognóstico do plano, no qual constarão Programas, Projetos e Ações (PPA), resultando na versão preliminar do PERS-ES. Salienta-se que as etapas intermediárias estão contando com a análise direta do Comitê Técnico de Acompanhamento.